segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Sobre fotos e passado

Alguém já viu o site da Eneida Serrano?  http://www.eneidaserrano.com.br/

É lindo! Imperdível!
São fotos com palavras... Em ensaios, sugiro que entrem em Interiores e apreciem.
E o que ela escreve:

"Procuro ambientes onde se enxergue a vida acontecendo. Aí encontro harmonia na desordem, beleza na simplicidade. Essa coleção de imagens é a representação de valores ou sentimentos que me trazem conforto. Portas se abrem para INTERIORES, onde compartilhamos identidades."

Ai gente... eu fui à minha infância na hora em que li...
A casa da minha avó, as casas das velhinhas vizinhas dela, aquela decoração característica... me deu um nó na garganta de saudades.. nunca mais viverei aquilo... e minha filha não teve essa oportunidade...
Me encheu os olhos de lágrimas e eu viajei longe, longe...
Saudades das minhas avós que já partiram, saudades daquelas cercas de mandacaru entre as casas, dos quintais de terra arenosa, das casas de portas abertas, sem medo... Do jardim com plantas para benzeção, do trote dos cavalos no calçamento das ruas, das galinhas soltas no quintal, árvores frutíferas, comer fruta no pé, roupas quarando sobre um maracujazeiro... A cidade pequena de meus pais, onde tinha fonte na praça da matriz, coreto, pipoqueiro...
Como dias atrás andei pesquisando móveis antigos, me chegou esse presente do passado
Fiquei sentimental, desculpem.





É só pra dividir mesmo, as fotos são lindas. Teem uma luz diferente...

3 comentários:

Sonia disse...

Ih, Renata, quanta nostalgia! Compartilho contigo em algumas delas, as mais recentes porque as minhas reminiscências são bem mais antigas. De qualquer forma se revive um pouco vendo as fotos! Lindas!

Anônimo disse...

Oi Renata...
a penúltimo foto lembrou a casa da minha mãe, de quando eu era criança...um fogão à lenha e uma cadeira azul, como a da foto, que no tempo de frio, não saía do lado do fogão e era altamente disputada entre os irmãos...deu saudade...bjo
Derli

Renata disse...

ah Derli... viajei tb com a lembrança da casa da minha avó paterna, fogão à lenha vermelhão, sopa nocaldeirãode ferro com 3 pezinhos, um banquinho baixo, feito de toco, que ficava entre o fogão à gás e o à lenha e que no inverno os netos disputavam, pq alí era bem quentinho... rs
São lembranças inesquecíveis e impagáveis, né?